Plantas eficazes para o tratamento do herpes labial

Plantas que ajudam no tratamento do herpes labial

Existem plantas que podem ajudar no tratamento do herpes labial, de forma mais natural. Indicamos-lhe três.

  • IlustraçãoRita Ferreira

Trata-se de uma infeção provocada pelo vírus Herpes simplex. Prurido, formigueiro e/ou ardor nos lábios são os sintomas mais comuns que evidenciam que a infeção está prestes a manifestar-se. O naturopata João Beles revela que existem algumas plantas que são eficazes no tratamento do herpes labial. Algumas delas, comprovadas cientificamente.

É o caso da erva-cidreira que, num estudo publicado na revista científica Natural Product Research, em 2008, demonstrou que diminui o tempo de cura do herpes, devido a uma inibição da replicação do vírus simples tipo 1 e 2. Também a equinácea demonstrou, num estudo realizado no Departamento de Virologia da Universidade de Heidelberg, Alemanha, ação antiviral, tendo sido a formação de herpes reduzida em 99 por cento.

O naturopata João Beles, professor no Instituto de Medicina Tradicional de Lisboa (IMT) indica à Revista Prevenir três plantas para o tratamento do herpes labial.

Plantas para o tratamento do herpes labial

Erva-cidreira
Melissa officinalis L.

Por possui um óleo essencial com propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e antifúngicas, a erva-cidreira é eficaz no tratamento do herpes labial

A erva-cidreira é uma das plantas eficazes no tratamento do herpes labial

Possui um óleo essencial com propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e antifúngicas. Acelera a cicatrização das lesões causadas pelo herpes, devido à ação regeneradora e cicatrizante exercida pelos taninos.

  • Como usar:
    Em infusão, duas saquetas para uma chávena de chá, duas a três vezes ao dia; como tintura, 60 a 100 gotas, uma a três vezes por dia; em extrato seco, 500 a 1000 mg por dia; por via tópica, aplique diretamente da infusão, utilizando 1/5 de água na chávena para duas saquetas.

Equinácea
Equinacea angustifolia (D.C.) Heller

Ao fortalecer o sistema imunitário, a equinácea é eficaz no tratamento do herpes labial

A equinácea ajuda no tratamento do herpes labial

Contém compostos fitoquímicos com ação antiviral e imunoestimulante. Fortalece o sistema imunológico, aumentando o número e capacidade dos glóbulos brancos para combaterem vírus, bactérias e fungos.

  • Como usar:
    Em tintura, aplique 2 a 4 ml, três vezes ao dia, interna ou diretamente nas placas de herpes; em comprimidos, tome 300 a 600 mg, três vezes ao dia. Nas crises agudas, tome de quatro em quatro horas.

Tomilho
Thymus vulgaris L.

Com ação antibacteriana e por estimular as defesas do sistema imunitário, o tomilho é uma boa planta para o tratamento do herpes labial

O tomilho tem uma ação eficaz no tratamento do herpes labial

As folhas e as flores são ricas em óleo essencial com timol e carvacrol, substâncias antibióticas, antifúngicas, antioxidantes, flavonoides e antiespasmódicos com ação antiviral. Tem ação antibacteriana e estimula as defesas do sistema imunitário.

  • Como usar:
    Em infusão, coloque um a quatro gramas de folhas secas numa chávena de água fervida; em xarope, uma colher de sopa, três vezes ao dia; como óleo essencial, aplique nas placas de herpes, duas a três gotas juntamente com gel de aloé vera.

 


Remédio caseiro: gotas anti-herpes

  1. Esmague folhas de erva-cidreira e coloque dentro de um frasco de 10 ml.
  2. Encha até metade com óleo essencial de árvore-do-chá.
  3. Deixe macerar uma hora.
  4. Aplique com um cotonete até quatro vezes por dia. Quando secar, aplique gel de aloé vera, alternado com óleo de coco.

 

Última revisão: Agosto 2016

Mais sobre:

Experimente

artigos recomendados

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this