Prepare-se para os sintomas da menopausa

Prepare-se para os sintomas da menopausa

Não se sabe exatamente quando vai aparecer, mas se reconhecer os sintomas da menopausa pode preparar-se para viver esta nova fase da vida com mais saúde e tranquilidade.

  • PorFátima Lopes CardosoJornalista 

  • Colaboração e revisão científicaDra. Tereza PaulaMédica ginecologista

A idade da menpausa está determinada à nascença e tende a ocorrer por volta dos 51, 52 anos, embora não se saiba exatamente quando vai surgir em cada mulher. «Quando a mulher está um ano inteiro sem menstruar significa que entrou na menopausa e que os ovários deixaram de funcionar, tanto a nível hormonal como reprodutivo», explica a me´dica ginecologista Tereza Paula à Revista Prevenir.

Os primeiros sinais

A fase em que começam a surgir indícios de alterações hormonais corresponde, na verdade, à perimenopausa. «É o período de tempo entre o inicio das irregularidades do ciclo menstrual até à menopausa.

A menopausa não é o fator mais relevante no envelhecimento da pele, cabelo e unhas, ao contrário do que geralmente se pensa

Durante este tempo, poderão aparecer alguns sintomas da menopausa», esclarece a especialista. Os primeiros sinais de evidência são – continua – «alterações no ciclo menstrual. As menstruações começam a ficar irregulares e o fluxo, geralmente, torna-se mais abundante.»

Mudanças biológicas

A quebra da produção de estrogénios e progesterona vai provocar outras mudanças profundas no organismo a que convém estar alerta: «A falta de hormonas femininas vai justificar as queixas vasomotoras (como afrontamentos e suores noturnos), a instabilidade do humor e outras alterações em todos os órgãos que têm recetores de estrogénios, ou seja, quase todos no corpo feminino, nomeadamente na pele, cabelo, unhas, ossos, boca, olhos, do cérebro aos tecidos do aparelho geniturinário, às mamas, entre outros. Com a baixa de estrogénios, todos estes órgãos passam a ressentir-se.»

Preservar a saúde e beleza

A menopausa não é o fator mais relevante no envelhecimento da pele, cabelo e unhas, ao contrário do que geralmente se pensa. «A perda de tonicidade e firmeza da derme tem mais a ver com fatores externos do que biológicos.

«Os calores súbitos, que aparecem, geralmente, na região do peito, da face, da cabeça e da nuca significam que os ovários ainda estão a funcionar, mas de forma irregular»

O sol e o tabaco causam diminuição de colagénio, que assegura o enchimento da derme, levando à quebra das fibras elásticas e ao subsequente aparecimento de rugas e envelhecimento precoce. A menopausa tem alguma influência, mas não é a principal causa», explica a especialista à Revista Prevenir.

Atitude defensiva

Para garantir que a ordem natural do organismo feminino não é perturbada, Tereza Paula aconselha manter-se hábitos de vida saudável: «Deixar de fumar é muito importante. Praticar exercício físico promove a saúde, logo, estamos a atuar também ao nível dos ovários. Chegar à menopausa é inevitável e é bom que aconteça, mas é melhor que seja de forma saudável e com capacidade para lidar com as alterações. A mulher deve apostar numa alimentação rica em cálcio, verduras, fruta e diminuir o consumo gorduras e hidratos de carbono, para prevenir a osteoporose e as doenças cardiovasculares.»


Prepare-se para os sintomas da menopausa

Sintoma a sintoma, Tereza Paula, médica ginecologista, identifica as estratégias mais eficazes para as alterações que a menopausa traz.

Afrontamentos

«Os calores súbitos, que aparecem, geralmente, na região do peito, da face, da cabeça e da nuca significam que os ovários ainda estão a funcionar, mas de forma irregular. Durante um mês, a mulher pode ter essa sintomatologia. Depois, o ovário volta a trabalhar e desaparece. Há uma instabilidade na produção hormonal que leva às irregularidades menstruais, aos afrontamentos, à alteração de humor.»

  • O que pode fazer: Usar roupas de algodão, ter um elástico e um leque na carteira para apanhar o cabelo, tomar banhos de água morna antes de deitar, beber líquidos frios e procurar locais com temperaturas baixas.

O corpo muda

«As alterações hormonais vão provocar mudanças físicas e uma redistribuição da gordura corporal e, mesmo mantendo o peso, as formas do corpo mudam. Claro que a imagem interfere na autoestima da mulher, mas também na sua sexualidade.»

  • O que pode fazer: Para proteger a autoestima, é importante cuidar da beleza e praticar exercício físico.

Secura vaginal

Este sintoma da menopausa «pode condicionar o prazer. Associado a uma possível alteração de humor pode levá-la a não estar tão disponível para o sexo».

  • O que pode fazer: «Para prevenir a secura vaginal, dores nas relações sexuais, infeções urinárias e vaginais e alguns tipos de incontinência urinária existem produtos farmacêuticos de aplicação local que devem ser usados durante toda a vida.»

Terapêutica hormonal: sim ou não?

Tereza Paula, médica ginecologista, responde:

«A terapêutica hormonal da menopausa é a que mais previne a osteoporose e ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, como o enfarte do miocardio. Os riscos devem ser individualizados e ponderados em relação aos benefícios que pode trazer. A terapêutica não aumenta o risco de cancro da mama nas mulheres com maior probabilidade de desenvolverem a doença, mas mulheres com cancro da mama não podem fazer terapêutica hormonal.»

Última revisão: Novembro 2013

artigos recomendados

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this