Fui picado por uma alforreca e agora?

picada de alforreca

A picada de alforreca não é fatal, mas pode tornar o seu dia de praia num pesadelo. Saiba o que fazer caso isso lhe aconteça.

  • PorCatarina Caldeira BaguinhoJornalista

  • Colaboração e revisão científica Dr. Tiago Maricoto Médico especialista em Medicina Geral e Familiar

«Em geral, as picadas de alforreca (ou medusa) não são fatais, mas a toxina que liberta causa, frequentemente, reações alérgicas, que podem resultar desde uma ligeira erupção cutânea até um choque anafilático», explica à Revista Prevenir Tiago Maricoto, médico especialista em Medicina Geral e Familiar, membro da Direção Nacional da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) .

Picada de alforreca: O que fazer

Alivie a dor e atenue a ação da toxina da picada de alforreca em 4 passos

  1. Retirar os tentáculos. Use luvas e uma pinça ou raspe a área afetada com uma lâmina.
  2. Água salgada. Utilize esta estratégia SOS na praia.
  3. Gelo. Aplique-o durante 15 minutos.
  4. Vinagre. Aplique-o com uma toalha humedecida em zonas mais sensíveis, como a face.

Vá ao médico com urgência se notar

  • Erupção cutânea generalizada em todo o corpo
  • Falta de ar ou dificuldade respiratória
  • Inchaço nos lábios, língua, olhos e região do pescoço
  • Tonturas ou desmaio
  • Diarreia ou vómitos intensos

Medicação que pode ajudar

«O uso de anti-histamínicos (em creme ou comprimidos) ajuda a aliviar a irritação e comichão, mas, por vezes, pode ser necessário recorrer a corticoides nas alergias graves, tomados sob orientação médica.

«Não esfregue a zona afetada e não use álcool, amónia ou urina pois pode agravar os sintomas», alerta Tiago Maricoto

Os antibióticos normalmente não são necessários», explica Tiago Maricoto, médico especialista em Medicina Geral e Familiar.

 

Última revisão: Agosto 2016

artigos recomendados

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this