A sua função é armazenar bílis, um líquido esverdeado que facilita a digestão das gorduras. Uma alimentação muito rica neste nutriente pode afetar a ação da vesícula.

  • PorCarlos Eugénio AugustoJornalista
  • IlustraçãoRita Ferreira

A vesícula biliar é um pequeno órgão em forma de pera, localizado na parte superior direita do abdómen, abaixo do fígado.

É constituído por quatro camadas (mucosa, submucosa e muscular da mucosa, muscular e serosa) e serve de reservatório para o suco biliar (bílis) produzido pelo fígado.

Após as refeições, as paredes musculares da vesícula contraem-se, fazendo com que o líquido percorra o ducto cístico e o canal colédoco em direção ao intestino delgado (duodeno). O objetivo é facilitar a digestão de gorduras.

Após este processo, o fígado volta a enviar para a vesícula, através dos canais hepáticos (esquerdo, direito e comum), uma nova porção de suco biliar, que será utilizada na refeição seguinte.

A função da vesícula é armazenar bílis, um líquido esverdeado que facilita a digestão das gorduras


Como manter a vesícula saudável

A formação de cálculos biliares é o problema mais frequente na vesícula. Estes podem bloquear a saída da bílis e causar dores fortes na região do estômago ou na parte superior direita do abdómen, principalmente após refeições ricas em gordura, sendo o sexo feminino duas a três vezes mais afetado. A obesidade e a perda rápida e excessiva de peso são alguns dos fatores de risco.

  • Faça uma alimentação variada (fruta, legumes, peixe, carne magra) e pobre em gordura.
  • Não faça intervalos superiores a três horas entre refeições.
  • Mantenha o organismo hidratado através da ingestão frequente de água.
  • Ao emagrecer, não perca mais de um quilo por semana.
Última revisão: Agosto 2015

artigos recomendados

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this