Localizada na base do pescoço, a tiroide é uma pequena glândula endócrina que produz hormonas que regulam o metabolismo, os batimentos cardíacos e a temperatura corporal.

  • PorBárbara BettencourtJornalista
  • IlustraçãoRita Ferreira

  • ColaboraçãoDra. Isabel ManitaMédica endocrinologista

A tiroide mede cerca de cinco centímetros e é composta por dois lobos ligados por uma parte central, chamada istmo.

Segrega hormonas que estimulam o metabolismo e são essenciais para o funcionamento adequado de todos os tecidos e órgãos: ajudam a regular a frequência cardíaca, a tensão arterial, a temperatura corporal, o funcionamento dos intestinos e a velocidade a que a comida é convertida em energia.

O mecanismo que controla a produção e concentração de hormonas tiroideas no organismo está no cérebro, mais precisamente no hipotálamo. É este que estimula a hipófise ou glândula pituitária a produzir uma hormona – a tirotropina (TSH). Esta, por sua vez, vai estimular a tiroide a produzir hormonas, nomeadamente a tiroxina (T4) e a triiodotironina (T3).

Sempre que o nível de hormonas tiroideas se aproxima do ideal, a hipófise reduz a produção da hormona que estimula a atividade da tiroide. Perturbações neste mecanismo podem gerar hipotiroidismo ou hipertiroidismo.

Localizada na base do pescoço, a tiroide é uma pequena glândula endócrina


Perturbações na tiroide

As duas principais perturbações caracterizam-se por um conjunto de sintomas opostos entre si.

Hipotiroidismo (tiroide pouco ativa)

  • Cansaço fácil / sonolência
  • Sensação de frio
  • Pele seca / queda de cabelo
  • Humor deprimido
  • Aumento de peso

Hipertiroidismo (tiroide muito ativa)

  • Cansaço fácil / insónia
  • Sensação de calor
  • Pele suada
  • Ansiedade
  • Perda de peso
Última revisão: Junho 2015

artigos recomendados

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this