Será gordura ou inchaço?

Gorda ou inchada?

Nem sempre sabemos distinguir uma situação da outra, mas há formas de o fazer e, melhor ainda, soluções para acabar com o problema.

  • PorBárbara BettencourtJornalista

Cai um mito: Não mais poderemos justificar o nosso excesso de peso com a retenção de líquidos. A especialista em gestão do peso, Teresa Branco, é perentória: «Se há peso a mais, é porque há gordura a mais. Com o peso vem também a retenção de líquidos mas esta raramente aparece sozinha.

É comum o excesso de peso devido a retenção de líquidos?

Usualmente não. Quando se tem excesso de peso é, geralmente, porque existe gordura corporal em demasia. No entanto, quanto mais pesada é a pessoa, mais probabilidade tem de acumular líquidos, por isso, o excesso de peso pode ser um pouco maior devido à retenção de líquidos.

O que é, na prática, a retenção de líquidos?

É uma acumulação de líquido, maioritariamente água, intra e intercelular, ou seja, dentro e fora das células, principalmente nas células de gordura, originando inchaço no organismo e consequente aumento do peso.

É mais frequente nos homens ou nas mulheres?

É muito mais frequente nas mulheres porque, de forma geral, temos mais gordura corporal e mais hormona femininas, responsáveis por esta situação.

De que forma é que as hormonas influenciam a retenção de líquidos?

Quando não há produção de progesterona (hormona feminina que influencia a segunda parte do ciclo menstrual) em quantidade suficiente, pode haver retenção de líquidos, o que, se ocorrer de forma controlada, até é benéfico, já que o organismo precisa de água para funcionar bem e se está descontrolado é importante ter mais água, mas não em excesso.

Mulheres que tomam a pílula têm maior propensão para a retenção de líquidos «porque têm uma diminuição acentuada da produção de hormonas sexuais, nomeadamente a progesterona que é uma hormona drenante»

E em que idade é mais frequente?

Geralmente é na pré-menopausa, ou seja, na fase que antecede a menopausa, Nesta fase, que se pode prolongar por muitos anos, é frequente haver desequilíbrios entre os níveis de progesterona e estrogénios (com predominância do estrogénio) levando à retenção de líquidos.

Há propensão genética?

Sim, algumas pessoas têm maior prédisposição. No entanto, isso pode ser contornado pelo estilo de vida, fazendo uma alimentação com menos sal, menos bebidas gasosas e ricas em açúcar e menos alimentos processados. A retenção de líquidos também é acentuada pelo stresse, pela inatividade física e pela toma de anticoncecionais hormonais.

Mulheres que tomam a pílula têm maior propensão?

Sim, porque têm uma diminuição acentuada da produção de hormonas sexuais, nomeadamente a progesterona que é uma hormona drenante. As hormonas presentes pílula não compensam a diminuição da produção do organismo, até porque não são exatamente iguais às nossas. As pílulas de última geração são um pouco melhores mas não o ideal.

«Quando há retenção de líquidos, as pessoas têm uma grande variação de peso diária»

Quanto peso se pode ganhar só com a retenção de líquidos?

Varia muito de pessoa para pessoa. Mulheres mais magras fazem uma retenção menor, podendo reter um a dois quilos de peso. Pessoas com mais peso podem reter dois a três quilos.

Como se distingue o excesso de peso por gordura acumulada da retenção de líquidos?

Quando há retenção de líquidos, as pessoas têm uma grande variação de peso diária, podendo oscilar grandemente do dia para a noite. Além disso, também podem sentir os olhos, as mãos, os pés e os tornozelos inchados.


Há outros sintomas?

Sim, também podem sentir menos energia e as roupas mais apertadas em algumas fases do dia.

Há medicamentos ou doenças que contribuam para a retenção de líquidos?

Sim, nomeadamente problemas de saúde que causem variações hormonais como: alterações na tiroide e défice de progesterona. Alguns medicamentos, principalmente os fármacos ricos em cortisona, podem contribuir para o aumento da retenção de líquidos.

Há diferenças entre um plano alimentar para contrariar a retenção de líquidos e uma dieta centrada na redução de massa gorda?

Não existe muita diferença porque em ambas as situações devemos fazer uma alimentação saudável que nos conduza à diminuição do peso e, paralelamente, à eliminação dos líquidos em excesso.

 


Combate à retenção de líquidos

Os alimentos mais eficazes

  • Alimentos pouco salgados, com muita água e pouco açucarados:
    Água, tisanas, ananás, café e vegetais
  • Alimentos ricos em proteína magra:
    Carne branca, peixe, ovo e laticínios

Os melhores exercícios

  • Os que envolvem uma maior massa muscular: Caminhada rápida, corrida, elíptica, bicicleta, aulas de aeróbica, zumba, step.

 


Plano alimentar 7 dias

Uma ementa para uma semana, definida por Teresa Branco, para combater a retenção de líquidos e a gordura em excesso. Criada em exclusivo para a para a Revista Prevenir.









 

 

Última revisão: Maio 2016

artigos recomendados

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this