Chá verde: aliado da dieta

chá verde como aliado na dieta

Duas chávenas de chá verde por dia, no máximo, integradas numa dieta equilibrada, ajudam a hidratar o organismo e a acelerar o metabolismo.

Conheça os efeitos do chá verde no organismo e aprenda a tirar o melhor partido dos benefícios desta bebida com a ajuda da nutricionista Patrícia Segadães.

Chá verde: 3 ações principais

São reconhecidas a esta bebida três ações principais no organismo. Conheça os benefícios deste tipo de chá muito apreciado especialmente no inverno.

Ação termogénica

Sem calorias, o chá verde ajuda ativar o metabolismo. Contém teína, também conhecida pela “cafeína do chá”, catequinas a L-teanina (aminoácido usado como suplemento para emagrecer), que estimulam o organismo a queimar gordura.

Ação antioxidante

O chá verde tem propriedades anti-inflamatórias, antitumorais e energizantes, ajudando também a diminuir os níveis de açúcar no sangue. Contém ainda flavonoides, catequinas, polifenóis, alcaloides, vitaminas e sais minerais, que são importantes para a manutenção da saúde como um todo e também para a juventude celular.

Ação diurética

Esta bebida tem também uma ação hidratante e diurética. Na prática, isto significa que ajuda o organismo a expelir o excesso de líquidos e, portanto, a desinchar. A matcha é a variedade de chá verde com maior poder diurético.


Cuidados a ter

  • Preparar
    Antes do processo de ebulição da água (quando surgem as primeiras bolhas de ar) retire do lume e junte a saqueta ou as folhas de chá verde. Deixe repousar quatro minutos, no máximo, antes de beber.
  • Beber
    Beba o chá morno ou quente sem açúcar ou adoçante. Deve ser consumido, de preferência, na primeira parte do dia. Vá bebendo água pura, ao longo do dia, e não beba café nas duas horas seguintes.
  • Acondicionar
    Se preparar mais de um litro de chá, guarde-o num recipiente de vidro, à temperatura ambiente. Desta forma, conseguirá manter todas as características nutricionais desta bebida durante 24 horas.

Não beba chá verde se…

Apesar de ser uma bebida rica em benefícios, existem situações em que não é aconselhável o seu consumo. A nutricionista Patrícia Segadães recomenda que não beba este tipo de chá, se:

  • Tem tendência para a formação de cálculos renais;
  • Está a tomar diuréticos ou drenantes;
  • Sofre de insuficiência renal;
  • Está grávida ou a amamentar;
  • Está em convalescença de uma cirurgia;
  • Sofre de dores de cabeça.
Última revisão: Junho 2016

artigos recomendados

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this