Há alimentos que aceleram o metabolismo, sabia?

alimentos que aceleram o metabolismo

E há outros que o desaceleram. Agora imagine se puder estimular o organismo a queimar mais calorias enquanto come. Descubra quais são os alimentos que aceleram o metabolismo.

  • PorVanda OliveiraJornalista

À transformação pela qual a energia (as calorias que consumimos) se torna disponível para ser utilizada pelo organismo chamamos metabolismo. Quando este mecanismo não funciona bem, as calorias não são queimadas de forma tão eficiente e a gestão do peso torna-se mais difícil. A forma como nos alimentamos pode ter influência neste processo. Em entrevista à Revista Prevenir, Teresa Branco, fisiologista na gestão do peso, explica.

«Quando potenciamos o nosso metabolismo, gastamos mais energia (calorias) diariamente, o que nos leva a uma melhor gestão do peso»

De que forma aquilo que comemos influencia a forma como o nosso metabolismo funciona?

«O nosso metabolismo depende do funcionamento dos seus vários sistemas. Se os seus sistemas hormonais, nervosos e metabólicos funcionarem bem, o nosso organismo metabolizará melhor os alimentos que ingerimos, gastará mais energia, regulará melhor a fome, contribuindo assim para uma melhoria do nosso metabolismo.»

Quais as vantagens de potenciar o metabolismo?

«Quando potenciamos o metabolismo, gastamos mais energia (calorias) diariamente, o que nos leva a uma melhor gestão do peso. Por outro lado, os intestinos irão funcionar melhor, fazendo melhor as absorções nutricionais necessárias e eliminando aquilo que não nos interessa. Dormiremos melhor, teremos um maior controlo da fome, estaremos emocionalmente mais equilibradas. Quando não potenciamos o nosso metabolismo, ficamos mais cansadas, engordamos, temos o ciclo menstrual desregulado, dormimos mal, entre outras alterações.»

Que tipo de alimentos potenciam o nosso metabolismo?

«Os alimentos e os suplementos devem ser adequados a cada metabolismo. Em geral, sabemos que os alimentos ricos em vitaminas e minerais, como os vegetais e os frutos, são importantes porque contribuem para que todos os sistemas funcionem bem. Os alimentos proteicos são também importantes – somos compostos de proteína e se a ingerirmos, teremos músculos e ossos melhores, um maior equilíbrio hormonal, um melhor sistema reprodutor. Os alimentos ricos em substâncias prebióticas, ajudar-nos-ão a ter um melhor funcionamento intestinal, contribuindo para melhores absorções e metabolizações dos nutrientes de que necessitamos. Os cereais integrais são bons exemplos de alimentos prebióticos.»

Existem também alimentos que desaceleram o nosso metabolismo?

«Sim. São alimentos que não estão adaptados ao nosso metabolismo, por sermos intolerantes, como é o caso da intolerância à lactose e ao glúten ou a outras substâncias. Além das intolerâncias, alguns de nós metabolizam menos bem determinados alimentos e isso contribui para desacelerar o metabolismo, maior predisposição para acumular gordura corporal e menor controlo da fome.

«Um organismo desidratado está necessariamente desacelerado»

As carências vitamínicas e minerais também desaceleram todos os processos e, por isso, os alimentos muito processados, muito açucarados e muito ricos em gorduras pouco saudáveis levam-nos a diminuir o metabolismo.»

A forma como preparamos os alimentos também influencia por si só o metabolismo?

«Tem alguma influência, pois os alimentos mais crus acabam por ter mais fibra e outros nutrientes que ajudam a potenciar o metabolismo. Quando cozinhados, perdem algumas das suas propriedades. Os vapores e os crus são as melhores opções. Os alimentos muito triturados ou muito cozidos são opções menos boas.»

Em que medida as especiarias podem ajudar a potenciar o metabolismo?

«O efeito das especiarias no metabolismo necessita ainda de mais esclarecimentos. No entanto, a canela, a pimenta-preta e o caril parecem ter benefícios. Indiretamente, acabam por ter algum efeito, pois fornecem nutrientes benéficos ao bom funcionamento de todos os sistemas que compõem o nosso metabolismo.»

Qual a importância da hidratação no metabolismo?

«É fundamental. A maior parte dos processos químicos do nosso organismo necessita de água para trabalhar. Quando as pessoas estão sistematicamente desidratadas acabam por colocar em risco esse funcionamento, comprometendo o metabolismo. Um organismo desidratado está necessariamente desacelerado.


O efeito cafeína

O café potencia o funcionamento das glândulas adrenais. Quando estas trabalham mais, produzem mais adrenalina e cortisol, entre outras hormonas importantes para a manutenção do metabolismo. Mas, quando ingerimos cafeína a mais, cansamos as nossas glândulas adrenais, que começam a deixar de produzir a quantidade de hormonas suficiente.

  • Qual a dose certa? Dois cafés por dia é a quantidade adequada para um bom funcionamento das nossas glândulas.
Última revisão: Dezembro 2016

artigos recomendados

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this